Investimentos

Wärtsilä Investe Em Dispositivo Para Testar As Condições De Uso Dos Propulsores Navais

A Wärtsilä, líder global em soluções energéticas de ciclo de vida completo para mercados marítimos e de geração de energia, importou da sua fábrica na Holanda o Spin Test, primeiro dispositivo da América Latina para testar as condições de uso dos propulsores navais.

Instalado na oficina de serviços da empresa em Niterói, no Rio de Janeiro, o dispositivo, que pode ser usado para testar propulsores de diferentes fornecedores, tem um conjunto de sensores para monitorar as rotações por minuto (RPM), temperaturas, pressões hidráulicas e vibração dos equipamentos. Durante o teste, as leituras de todos os sensores fornecem um gráfico de desempenho para o propulsor em avaliação.

Para o gerente de Contas da Wärtsilä, Rodrigo Andrade, com o dispositivo será possível testar o funcionamento dos propulsores na própria oficina. “O Spin Test detectará possíveis falhas nos equipamentos, o que minimiza o risco de montagem nas embarcações”.

Os investimentos na oficina de serviços se justificam com o aquecimento do mercado de reparos spot para operadoras, empresas de perfuração e embarcações de apoio. “No primeiro trimestre deste ano, registramos uma boa demanda por serviços de manutenção de propulsores, mantendo o mesmo volume de serviços na comparação com igual período de 2015”, destaca Gil Viana, gerente geral da divisão de Serviços da Wärtsilä.

A oficina de serviços em Niterói é a maior do segmento no estado do Rio de Janeiro e a mais moderna da Wärtsilä na América Latina. Além de uma área dedicada a propulsores navais, a unidade conta com laboratórios de automação e injeção eletrônica. “Com a oficina, dobramos a nossa capacidade operacional no estado. Investimos em equipamentos que permitam um suporte de manutenção ainda mais completo aos nossos clientes”, conclui.

FONTE: TNPetróleo.