Petrobras

Petrobras Fecha Acordo Para Encerrar Ações Nos EUA

A Petrobras fechou acordo com quatro grandes fundos de investimentos norte-americanos para que as ações que essas instituições movem contra a empresa na Justiça norte-americana sejam extintas, segundo informações da “Folha de S.Paulo”.

Desde que ficou comprovado que havia participação de diretores da Petrobras em esquemas de corrupção, fundos de investimento e investidores individuais abriram processos contra a estatal reclamando perdas com investimentos em ações chamadas ADRs, que são os papéis de empresas estrangeiras negociadas na bolsa de Nova York.

Na noite da última sexta-feira, a Petrobras anunciou que chegou a acordo com os fundos Pimco, Dodge & Cox Internacional Stock Fund, Janus Overseas Fund e Al Shams Investments. O acordo havia sido negociado e foi aprovado pelo Conselho de Administração da petroleira.

O acordo não exclui, porém, ações coletivas que minoritários e investidores individuais moveram contra a petroleira na corte americana. Esses processos estão suspensos desde agosto, depois que a Petrobras conseguiu interpor recurso, que está sob avaliação da justiça americana.

“No momento, não é possível para a Petrobras fazer estimativa confiável sobre o desfecho das class action (ações coletivas)”, diz a empresa no comunicado.

Sobre as ações com os quatro grandes fundos de investimento, a estatal fará uma provisão de US$ 353 milhões, que será contabilizada no resultado de seu terceiro trimestre deste ano.

“A Pimco é uma das maiores detentoras de bonds (bônus) do sistema Petrobras e o Dodge & Cox é um dos maiores acionistas da companhia após a União Federal e entidades relacionadas”, afirma a empresa em nota.

Culpa. A Petrobras ressalta no comunicado que os acordos não constituem qualquer reconhecimento de culpa e que a empresa “continuará se defendendo firmemente nas demais ações em andamento”.

Segundo a empresa, o acordo tem como objetivo “eliminar incertezas, ônus e custos associados à continuidade dessas disputas”.

De acordo com apurações da “Folha”, a estatal avalia, ainda, que o acordo com os grandes fundos melhora sua vantagem no julgamento da ação coletiva, ao reduzir o número de reclamantes e de escritórios de advocacia do outro lado.

FONTE: O Tempo.

  • Vaga de Marinheiro de máquinas !Boa noite!
    Tenho uma longa experiencia profissional em produÇao, graneleiro, perfuraÇao, Suplay, HATS, petroleiro,Nr33 e Nr35, certificações e documentação tudo dia !