Política

Investimentos no Pré-Sal Podem Trazer US$ 420 Bi de Investimentos até 2030

A aprovação, pela Câmara dos Deputados, do projeto de lei que flexibiliza as regras de operação do pré-sal, com o fim da participação obrigatória da Petrobras, representa um marco para o país.

A nova legislação viabilizará a atração de investimentos e a dinamização do mercado de petróleo e gás, crucial para o desenvolvimento econômico e social do Brasil, com aumento da oferta de emprego e de renda.

Segundo um estudo do Sistema FIRJAN, as reservas do pré-sal representam um potencial de investimentos de US$ 420 bilhões até 2030 para desenvolvimento do pré-sal, cerca de US$ 390 bilhões em royalties e participações especiais e a geração de mais de 1 milhão de empregos.

O retorno dos investimentos no mercado de petróleo e gás também irá estimular um círculo virtuoso no cinturão de fornecedores. Com o crescimento das encomendas, estas empresas se transformarão em uma cadeia produtiva mais eficiente e mais competitiva, desenvolvendo a capacitação necessária para atender até mesmo ao mercado internacional.

Além da sanção presidencial à nova lei, e para que este cenário se concretize, é importante a divulgação de um calendário para a próxima rodada de licitações, contemplando as áreas do polígono do pré-sal. Desta forma, o país vai avançar na atração de grandes investidores no mercado offshore.

A exploração do pré-sal vai converter o petróleo em riqueza para a população brasileira.

FONTE: TNPetróleo.