Mercado Nacional

Governo fará aporte de quase R$ 6 bilhões na Eletrobrás para preparar privatização de distribuidoras

A reestruturação da Eletrobrás passará pela venda de ativos e seis distribuidoras estão na lista de empresas ligadas à estatal que serão privatizadas. Antes, no entanto, o governo ainda terá que capitalizar em R$ 5,95 bilhões as distribuidoras, para quitar a segunda parcela do bônus de assinatura cobrado pelo governo no leilão de usinas hidrelétricas antigas no ano passado, renovando o contrato de concessão das empresas.

Eletrobras-300x259

O governo espera conseguir pela venda das distribuidoras um valor superior aos quase R$ 6 bilhões aportados. A lista de empresas a venda é formada por Companhia Energética do Piauí (Cepisa), Companhia Energética de Alagoas (Ceal), Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), Centrais Elétricas de Rondônia S.A. (Ceron), Boa Vista Energia S.A. e Amazonas Distribuidora de Energia S.A.

A medida provisória 706, assinada no final do ano passado, ampliou para até junho deste ano o pagamento dos bônus para prorrogação dos contratos. Com isso, a Eletrobrás foi beneficiada, podendo receber os recursos do leilão na forma de capitalização, já que as distribuidoras não pertencentes à estatal já renovaram seus compromissos.

Fonte:PetroNotícias