Transporte & Logística

Facilidade Para Operações Em Terminais Logísticos

Inovador para a automação de terminais logísticos se a plataforma TOS+ já era pratica, agora mais um módulo trouxe a opção de planejador visualizar e emitir ordens para o pátio, armazém e operação de navios, é o Optim.us. Desenvolvido pela Athenas, o CEO e sócio da Athenas, Marcos Barcellos explica que ao longo de 2 anos, foram mais de R$ 6 milhões em P&D e implantações.

A plataforma que possui uma interface em 3D, traz a partir de imagens do Google Earth uma escala real das operações criando um ambiente interativo, reproduzindo ruas, quadras, berço, equipamentos, entre outros elementos dos terminais. “O sistema TOS+ está integrado com os sistemas das autoridades, como: Siscarga/Siscomex, Mantra, Portolog. Também se integra a qualquer ERP de mercado para processar a parte financeira”, destaca o executivo.

Através da interface com os vários dispositivos (balança, biometria, OCR, scanner, RTGs, etc.), o operador consegue interagir com o terminal em tempo real e executar operações como endereçar ou remover um container no pátio e, carregar ou descarregar um navio.

De forma prática, os diferentes dispositivos do terminal são integrados ao sistema e informam as posições dos equipamentos, das cargas e dos containers. Assim, o planejador pode visualizar o cenário e dar ordens diretamente aos equipamentos. “Quando alguém clica sobre um container, por exemplo, consegue receber as informações da carga, sua origem e destino, da documentação e, caso queira realizar uma remoção, a ordem é dada por um clique na tela. A partir daí os operadores que estão com o equipamento no local recebem a ordem para execução. Conforme cada um executa sua tarefa, o sistema reconhece as novas posições e atualiza na tela do TOS+ instantaneamente”, explica Julio Carvalho, Gerente de Projeto e Produto da Athenas.

Barcellos explica que o sistema é completo, com todos os processos de negócio de um terminal (Gestão, Operação e Atendimento aos requisitos legais), “concebido para atuar diretamente no resultado operacional e administrativo do terminal”.

Desenvolvido com foco primordial na melhoria da eficiência do negócio, ele diz ainda que a expectativa é de uma redução de custos na ordem de 35% (entre administração e operação), redução do fluxo documental na ordem de 95%, mitigação de riscos legais (requisitos das áreas alfandegadas) e aumento da receita.

“Além disso, o Optim.us contém algoritmos matemáticos que otimizam toda as movimentações, indicando a melhor forma de armazenar cada carga ou a maneira mais eficiente de operar o carregamento e a descarga de um navio, por exemplo. A visualização em 3D também facilita o treinamento e a capacitação de novos funcionários, criando um ambiente mais interativo”, conclui Carvalho.

Totalmente funcional na web, o TOS+ pode ser acessado e gerenciado de qualquer lugar, ainda que distante fisicamente do terminal. Já em fase final de implantação, Barcellos diz que o sistema já possui clientes como Sepetiba Tecon (CSN) e Super Terminais (Manaus).

FONTE: Guia Marítimo.

Siga-nos no Instagram

Load More
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.