Portos & Infraestrutura

Enquanto Isso, Suape Ganha Autonomia

Repasse antecipa a previsão feita pelo complexo com a atualização do PDZ

O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil aprovou a complementação do atual PDZ (Plano de Desenvolvimento e Zoneamento) do Complexo Industrial Portuário de Suape. Com a mudança, algumas áreas do Porto Organizado sob a gestão da SEP (Secretaria Especial dos Portos) passam a ser consideradas como não operacionais, fazendo com que a celebração de contratos e instauração de processos de licitação fiquem sob o comando de Suape.

A novidade concede a Suape autonomia na gestão dos contratos das empresas já instaladas no Porto Organizado. De acordo com o presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, Thiago Norões, o repasse antecipa a previsão feita pelo complexo com a atualização do PDZ. “A partir do momento que o porto passa a ter autonomia sobre os contratos e licitações teremos mais agilidade nas concessões para as empresas. Ganha o Complexo e ganha os investidores interessados em instalar suas plantas aqui”.

Outro avanço nas negociações dos contratos sob a gerência da Secretaria foi publicado, na última quinta-feira (14), onde foi aprovado, preliminarmente, o pedido de ampliação do contrato de arrendamento da empresa Pandenor Importação e Exportação.

A demanda passará agora pela análise da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários). Com a autorização, a companhia pretende investir na ampliação do seu parque de armazenamento de combustíveis.

Fonte: Guia Marítimo.

Siga-nos no Instagram

Load More
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.