Eventos

Dow Apreseta Lançamentos Para A Cadeia De Petróleo E Gás Na Rio Oil & Gas 2016

A Dow, uma das companhias químicas com o portfólio mais completo para a cadeia de petróleo e gás, lança na Rio Oil & Gas, no Rio de Janeiro, dois produtos para os processos de exploração e produção de gás e de petróleo e três sistemas de revestimento de tubulações durante o transporte de petróleo. As novidades integram o completo portfólio da companhia, que é a única a produzir localmente essas soluções em suas fábricas em São Paulo. São opções que otimizam desde a exploração, produção, transmissão, refino e processamento, chegando até ao processo de conversão em combustíveis.

A companhia, que investe globalmente US$ 1,6 bilhão por ano em pesquisa e desenvolvimento, destina 30% desses recursos para o mercado de energia e petróleo e gás, reiterando seu compromisso com essa indústria para os próximos anos, principalmente no Brasil, devido ao pré-sal, e na Argentina, por conta do gás de xisto. “As inovações que estamos apresentando contribuem para o aperfeiçoamento das operações das operadoras de petróleo, atuando em etapas críticas que impactam diretamente em produtividade e resultados”, afirma Edilson Machado, gerente de Marketing da Dow Oil & Gas para América Latina.

Exploração e Produção

Para as fases iniciais de exploração e produção, o portfólio da Dow compreende uma gama completa de aditivos químicos e conhecimento de aplicações que ajudam operadores onshore ou offshore na perfuração e completação de poços, até para os reservatórios mais remotos e de condições extremas. A Dow contribui para otimizar a qualidade do petróleo e do gás e melhorar a condição da água ao proteger os equipamentos, aprimorar o desempenho e assegurar a operação contínua dos ativos.

Para complementar seu portfólio diversificado, a Dow, a partir de agora, conta também com um inibidor de asfalteno, o ACCENTTM 1410. A solução é usada para garantia de escoamento (flow assurance), cujo objetivo é dispersar os asfaltenos que se precipitam nos fluídos de produção e evitar a obstrução da passagem de petróleo nas tubulações. Essas precipitações ocorrem normalmente quando há despressurização de linha ou quando se tem misturas de petróleos de distintas composições em manifolds. Seu principal diferencial é o alto desempenho com baixas dosagens. O produto foi desenvolvido e produzido no Brasil e está disponível para toda América Latina.

Outro lançamento é o DEMTROLTM Linha 4000, um desemulsificante desenvolvido para desestabilizar a emulsão entre petróleos pesados e água. Funciona como um tensoativo que permite a melhor coalescência das gotas de água e, consequentemente, a desidratação do petróleo. “Com uma base aminada, este produto tem boa eficiência em petróleos de leves a moderadamente pesados, que são a maior parte dos casos do petróleo da Bacia de Campos, que representa quase 80% da produção nacional. Também foi elaborado no Brasil e é uma solução de alta eficiência. O produto oferece mais rentabilidade porque é concentrado e vendido 100% puro”, explicou Thiago Alonso, Gerente associado de serviços técnicos para o segmento de E&P da Dow Oil & Gas.

Durante o evento, a Dow também destaca o Embark™ RM210 HEC Slurry, tecnologia que proporciona melhor reologia e possui alta performance em relação ao produto em pó existente no mercado. Possui consistência pastosa. Recém-lançado na região latino-americana, o modificador de reologia é usado para aumentar a viscosidade em salmouras de completação e é comercializado em galões de, no mínimo, 25 litros.

Uma exclusividade Dow para esse tipo de solução, o uso de solventes verdes faz com que o produto seja mais sustentável, além de não trazer riscos ao meio ambiente por ser biodegradável, colapsar melhor a espuma e não formar grumos – auxiliando as petroleiras durante o processo de completação dos poços. “A inovação consiste na dispersão do hidroxietilcelulose (HEC) em solventes biodegradáveis tornando-o uma pasta consistente, com alta durabilidade e estabilidade, permitindo total compatibilidade com salmouras saturadas ou meio saturadas de cloreto de potássio, sódio ou cálcio e assim gerando uma completa miscibilidade do componente ativo nestas soluções”, afirma Thiago.

Com a recém aquisição da Dow Corning em junho de 2016, a Dow incrementa seu portfólio e amplia as possibilidades de inovações para seus clientes. Será a primeira vez que a empresa se apresentará ao mercado com as soluções de base silicone. Na ocasião, trará os controladores de espuma e fluídos de silicone Xiameter™. As soluções são muito eficientes para regular a espuma em temperaturas extremas, como nos processos de coqueamento retardado e desasfaltação.

Transporte de óleo e gás

A Dow desenvolve soluções que garantem eficiência e flow assurance na fase de transporte, em sistemas de revestimento para proteger os gasodutos e oleodutos que levam a matéria-prima desde os poços até as plataformas e das plataformas até a chegada à praia, e então daí até refinarias e plantas de gás. “São soluções específicas e de alta tecnologia que garantem o escoamento, evitam a deposição de parafinas e formação de hidratos  e asseguram a operação contínua dos dutos, linhas e equipamentos até mesmo em ambientes extremos, de altas e temperatura e pressão, de forma segura e eficaz”, explica Leonardo Moura, representante técnico de vendas para o segmento de Transmission da Dow Oil & Gas.

Focada no mercado onshore, a Dow passa a disponibilizar um novo portfólio de sistemas de poliuretano rígido para o revestimento de linhas e dutos com isolamento térmico confeccionados por meio de um processo contínuo, parte da linha HYPERLAST™. A solução promove proteção térmica de dutos propiciando o escoamento contínuo do óleo em condições de temperaturas adequadas, evitando quaisquer perdas térmicos por transferência de calor entre a óleo e o meio ao redor.

Focada no transporte marítimo, a companhia também passa a disponibilizar uma nova geração do HYPERLAST™ DW (Glass Syntactic Polyurethane ou GSPU), sistema que tem sido amplamente utilizado em centenas de oleodutos em todo o mundo. Ele oferece excelente isolamento térmico, aderência, resistência ao impacto, fatores que promovem mais durabilidade e com produção no Brasil. Ainda na famíliaHYPERLAST™, a Dow lança uma linha de produtos para suporte para linhas de vapor e criogênicas (pipe support).

Do portfólio de silicones advindo da Dow Corning, a companhia apresentará o Dow Corning® XTI-1003 RTV, polímero semelhante a uma borracha, com propriedades de isolamento térmico, com ultra resistência a temperaturas elevadas para uso em equipamentos submarinos e tubulações de água ultra-profunda. Entre seus benefícios estão flexibilidade, durabilidade, isolamento, alta resistência à tensão, alta capacidade de alongamento, estabilidade térmica, baixa condutividade térmica, além de fácil aplicação.

Refino e Processamento

Na etapa de refino e processamento do petróleo e gás, a Dow é reconhecida pelo fornecimento de tecnologias para tratamento de gás, compreendendo remoção de CO2 e H2S, enxofre orgânico, desidratação e remoção de LGN, fluidos térmicos e lubrificantes para compressores e equipamentos e membranas para tratamentos de água e solventes.

O destaque da empresa durante a Rio Oil & Gas é o Amine Management ProgramSM (AMPSM), um serviço técnico de acompanhamento e otimização de plantas de aminas de tratamento de gás (desde o dimensionamento de novas unidades até a otimização de unidades em operação) com o objetivo de atingir os melhores resultados em produtividade e reduzir os custos de energia, além de preservar a integridade de ativos. “Além de fornecer aminas para as refinarias e plantas de gás natural, a Dow entrega um suporte especializado de gerenciamento dos ativos, disponibilizando aos clientes consultoria técnica e serviço analítico para garantir que as aminas estão operando corretamente”, explica Artur Cadore, Engenheiro de suporte técnico e desenvolvimento para o segmento de R&P da Dow Oil & Gas.