Economia

Comércio Exterior Apresenta Sinais De Estabilização

O estímulo ao comércio exterior “mantendo a retomada do crescimento”, como apontada pela Maersk na época das Olimpíadas (Leia no Guia) se mantém no seu relatório do segundo trimestre.

O relatório da companhia aponta que esses são os primeiros sinais de estabilização do comércio brasileiro. De acordo com o diretor comercial da Maersk Line no Brasil, Nestor Amador, a melhora também é observada nos níveis de confiança de investidores e consumidores. O estudo projeta que o Brasil terá o segundo semestre melhor do que o primeiro.

“A previsão de crescimento ainda é pequena porque os resultados do primeiro semestre foram muito baixos e as importações ainda devem ter queda em relação a 2015”. De acordo com o executivo, os melhores resultados devem ser atingidos somente em 2017, já as exportações devem crescer entre 10% e 12% ainda em 2016. “Estamos olhando os primeiros sinais de uma estabilização no mercado brasileiro”. Apontando ainda que uma resolução final deve vir agora, depois da saída definitiva da agora ex-presidente Dilma Rousseff. “Aí sim vamos buscar sinais do que veem no futuro para o Brasil”, observou Amador.

O ensaio de retomada das importações, após atingirem os piores níveis no primeiro trimestre em sete anos, se baseia nas expectativas crescentes de consumidores e empresários de que diferentes setores tenham performance melhor nas importações no segundo semestre, como já previa a companhia.

Porém segundo o diretor superintendente da Maersk Line para o cluster da costa leste da América do Sul, Antonio Dominguez, é muito cedo para celebrar. “Provavelmente, teremos de esperar até 2017 para ver verdadeiros sinais de melhora”, finalizou.

FONTE: Guia Marítimo.