Economia

Aumento Da Produtividade No Brasil É Tema No BNDS

O professor da Universidade de Columbia José Alexandre Scheinkman esteve nesta segunda-feira, 18, no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) para ministrar a palestra “O desafio da produtividade no Brasil”. O evento foi aberto pela presidente Maria Silvia e tratou de temas como investimentos em Infraestrutura, Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e Inovação.

Para Scheinkman, nome reconhecido na História da Teoria Econômica, as baixas taxas de retorno de longo prazo nos investimentos em infraestrutura em países avançados aumenta o atrativo do Brasil nessa questão, desde que haja um ambiente regulatório adequado. “Uma boa infraestrutura faz todo mundo mais eficiente; gera o que nós, economistas, chamamos de externalidades positivas”, avaliou o professor, para quem “o papel de um banco como o BNDES é justamente canalizar quais são as intervenções que têm as melhores externalidades sociais”. Ele citou os investimentos em saneamento como exemplo nesse sentido e afirmou que, “quando um projeto gerar externalidades positivas suficientes que justifiquem subsídios, é preciso aplicá-los”.

Outro ponto de destaque foi a necessidade de intensificação dos investimentos em P&D como forma de aumentar a produtividade no Brasil. Para tanto, é válido inclusive replicar experiência internacionais, o que Scheinkman classificou como “a capacidade de imitar”. O economista citou estudo feito em 12 economias menos avançadas da OCDE que apontou a absorção de tecnologias estrangeiras como responsável por mais de 40% do efeito da P&D na produtividade. A presidente Maria Silvia destacou que o tema começa a ser incorporado pelas empresas. “Hoje em dia, todo mundo pensa em P&D como política de longo prazo”, afirmou.

FONTE: TNPetróleo.