O leilão de biodiesel promovido pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) terminou com 964,8 milhões de litros do combustível. O preço médio foi de R$ 2,814 por litro, sem considerar a margem Petrobrás, e o valor total negociado atingiu o patamar de R$ 2,71 bilhões.

O deságio médio do certame foi de 11,01% comparado ao preço máximo de referência médio (R$ 3,162/L). Ao todo, 38 produtores disponibilizaram um volume total de 1,029 bilhões de litros, sendo 99,1% de produtores detentores do selo Combustível Social. O objetivo do leilão é garantir o abastecimento de biodiesel no mercado nacional durante o período de 1º de novembro a 31 de dezembro.

Na primeira etapa de seleção das ofertas, foram arrematados 942,6 milhões de litros de biodiesel somente de produtores detentores de selo Combustível Social. Já na segunda fase, foram negociados os 21,7 milhões de litros de biodiesel de produtores detentores ou não de selo Combustível Social.

Por fim, a apresentação e a seleção de ofertas de biodiesel para mistura voluntária ao óleo diesel ocorreram terminou com 6,7 milhões de litros, sendo 85,3% de produtores detentores do selo Combustível Social.