A Elfe, empresa de manutenção industrial e facilities, realizou entre o final de agosto e o final de setembro a parada programada para manutenção da plataforma P-57, da Petrobras. O trabalho foi concluído antes do previsto, com apenas 14 dias de operação, reforçando a qualidade do serviço prestado pela Elfe para o mercado de petróleo e gás.

“A execução desta parada de manutenção para a Petrobras confirma a excelência operacional e a confiança que o mercado tem na Elfe. Somos capazes de realizar serviço eficiente, respeitando o cronograma do cliente e os mais altos níveis de segurança do mercado”, diz o diretor geral da Elfe, Mauro Cerchiari.

A equipe contou com 382 profissionais de diversas especialidades, num total de 62.176 horas trabalhadas sem acidentes. O serviço incluiu inspeção e abertura de sete vasos, substituição de 120 válvulas, pintura de costados e linhas quentes com unidade de robótica, fabricação onshore e montagem offshore de equipamentos e fabricação de linha de água produzida com tecnologia de escaneamento em um terço do tempo estimado.

O navio-plataforma Apolônio de Carvalho, mais conhecido como P-57, entrou em operação em 2010 e opera no campo de Jubarte, na Bacia de Campos, próximo à divisa entre Rio de Janeiro e Espírito Santo. Tem capacidade de produção de 180 mil barris de petróleo por dia e 2 milhões de metros cúbicos de gás.

Esta não é a primeira parada para manutenção de plataforma que a Elfe realiza recentemente para a Petrobras. Em julho, a empresa concluiu o serviço na P-58, no Parque das Baleias, na porção capixaba da Bacia de Campos. Assim como no atendimento à P-57, o trabalho foi bem-sucedido, dentro do prazo e sem ocorrência de acidentes.