Era de se esperar. Pela forma segura e firme da gerência da  PetroRio,  a empresa registrou uma receita líquida de R$ 239,4 milhões no segundo trimestre de 2018, a maior já alcançada para um trimestre na história da companhia. O valor corresponde a um crescimento de 54% em relação a igual período de 2017. Da mesma forma, o Lucro Líquido de R$ 70,6 milhões no trimestre representa aumento de 50% em relação ao 2T17, reflexo principalmente, do forte resultado operacional dos ativos de produção da empresa. No primeiro trimestre, a PetroRio alcançou R$ 85,8 milhões de EBITDA, atingindo margem de 35,8%. O valor corresponde ao maior EBITDA já obtido pela Companhia, se desconsiderados efeitos não recorrentes.

O lucro operacional da companhia somou R$ 118,4 milhões no trimestre, uma alta de 132% frente ao segundo trimestre de 2017. A Companhia também encerrou o trimestre com posição de caixa de R$ 722 milhões, o que dá à PetroRio suporte à estratégia de expansão da empresa por meio de aquisições, como foca a direção da companhia. Nelson Queiroz Tanure, CEO da empresa diz que:  “Este foi provavelmente o melhor trimestre da PetroRio. Tivemos uma receita recorde, com EBITIDA ajustado e um resultado operacional ainda mais alto. Esses resultados só fortalecem nossa estratégia, que foca em redução de custos, eficiência e criação de valor duradouro, sempre privilegiando segurança, meio ambiente e saúde. Enxergamos que estamos no caminho certo e a companhia vem crescendo de maneira sólida e sustentável, com horizonte promissor a curto médio e, principalmente, longo prazo”.

Deste valor total da receita da companhia no primeiro trimestre, R$ 211,4 milhões foram originados da venda de óleo de Polvo, um aumento de 61,9% para o ativo frente ao mesmo período de 2017. O aumento significativo é atribuído à valorização do preço do Brent, ao câmbio favorável dada a Receita em dólar e a acertada estratégia de planejamento dos offtakes por parte da equipe de Trading da PetroRio. Manati, por sua vez, contribuiu com Receitas de R$ 28 milhões, referentes à participação de 10% da PetroRio no consórcio de gás natural. No comparativo anual, o crescimento de 12,2% reflete o incremento da demanda.

No caso do Campo de Polvo, a segunda fase do Plano de Revitalização do ativo iniciada em abril deste ano já é considerado pela empresa um grande sucesso  A partir deste mês, a empresa conta com dois novos poços produzindo que representam um aumento de mais de 50% na produção diária do Campo. A extração total da companhia atingiu 8.157 barris/dia – em junho, chegou a 9.176 barris/dia. A eficiência operacional, por sua vez, ficou em 98,8% no segundo trimestre, batendo a marca de 99,4% em junho.