Os sócios estrangeiros da Rodrimar na operação de um terminal no Porto de Santos passaram a colaborar com a Justiça brasileira e entregaram às autoridades um e-mail revelador datado de 16 de maio de 2017. Foi enviado pelo próprio dono da empresa, Celso Grecco, aos sócios no exterior.

Grecco escreveu que o decreto dos portos assinado dias antes por Michel Temer beneficiou, sim, o consórcio da empresa para operar um terminal em Santos — o que até hoje é negado pela defesa de Temer e pela Casa Civil. Grecco mostra no texto quais pontos da legislação são vantajosos para o consórcio e, consequentemente, para a Rodrimar.

Temer autorizara renovações sucessivas de contratos do setor portuário ao longo de até 70 anos. O contrato do consórcio é anterior a 1993, portanto é favorecido pela mudança feita sob Temer.

E há um complicador para ele: o e-mail não foi a única prova entregue pelos estrangeiros contra Grecco e Temer.

Fonte: O Globo – Blog Lauro Jardim

Imagem: O Globo