Os futuros do petróleo sofreram queda de mais de 5% nesta quarta-feira (11), pior sessão em mais de um ano