A italiana Eni anunciou nesta segunda-feira (9) uma segunda descoberta de petróleo na bacia de Fagur, no deserto do Egito. O poço SWM B1-X foi perfurado a 6,4 km de distância da primeira descoberta (SWM A2-X), a uma profundidade total de 4,5 km, e encontrou 34,7 metros de óleo leve.

“A descoberta no B1-X confirma o alto potencial de exploração e produção de sequências geológicas profundas da Bacia de Faghur”, disse a companhia em um comunicado divulgado ao mercado. “A Eni planeja, no curto prazo, a perfuração de outros prospectos exploratórios localizados nas proximidades das descobertas de A2-X e B1-X para consolidar o que pode resultar como uma nova área produtiva para a Eni no Egito”, acrescentou.

A Eni, através da sua subsidiária International Egyptian Oil Company (IEOC), detém uma participação de 100% na licença South West Meleiha, onde estão localizadas as descobertas de A2-X e B1-X.