Auditores apontam diversas as irregularidades em torno da renovação de contrato da empresa, que foi uma das maiores doadoras nas Eleições de 2014 para o hoje presidente Michel Temer