(Reuters) - As companhias de energia dos Estados Unidos adicionaram sondas de petróleo pela segunda semana consecutiva conforme as empresas de energia seguem com seus planos para gastar mais em perfuração neste ano, com os preços do petróleo em máximas de três anos.

Petroleiras acrescentaram sete sondas na semana até 13 de abril, trazendo a contagem total a 815, nível mais alto desde março de 2015, informou a empresa de serviços de energia General Electric Co's Baker Hughes em relatório nesta sexta-feira.

A contagem de sondas dos EUA, um indicador prévio de produção futura, está muito maior do que no ano passado, quando 683 sondas estavam em atividade. As companhias de energia estão aumentando gradualmente seus gastos desde meados de 2016 quando os preços do petróleo começaram a se recuperar de uma crise de dois anos.

Os futuros do petróleo dos EUA foram negociados por volta de 67 dólares o barril nesta semana, sua máxima desde dezembro de 2014, representando um aumento acentuado da média de 50,85 dólares atingido em 2017 e 43,37 dólares em 2016.

(Por Scott DiSavino)