Primeiro grande grupo de engenharia pego na Lava-Jato a ter a falência decretada, a Schahin começa a ter os bens levantados para pagamento dos débitos. A dívida de R$ 6,5 bilhões inscrita na recuperação judicial, em 2015, vai subir porque no processo de falência são somados débitos que surgiram durante o período de recuperação judicial e as pendências fiscais. A avaliação de credores ouvidos pelo Valor é de que poucos ativos restaram nas 13 companhias do grupo incluídas na falência.