Mais do que alterar o regime contratual, a opção do PT foi a de trazer de volta o monopólio da Petrobrás