O presidente e o vice-presidente, respectivamente, os armadores Raimundo Holanda e José Rebelo III, da FENAVEGA-Federação Nacional das Empresas de Navegação Aquaviárias acompanharam emissários do SINDARPA no encontro com a diretoria do SEST/SENAT em Belém Drª. Leyla Soares Rosa, como se vê na foto. Essa entidade, ou seja, o SINDARPA, vem buscando uma parceria para atendimento social para as empresas de navegação associadas. Aliás, hoje o SINDARPA vem de todas as maneiras buscando sempre o melhor para seus associados, e por isto sempre defendemos o apoio tanto dos pequenos como dos grandes armadores, porque a união faz a força, ainda mais, esse Sindicato é o verdadeiro representante da categoria há quase setenta anos. (Foto: Luis Celso).

Presidente da ATP – Associação de Terminais Privados do Brasil esteve “bordejando” por Belém

Nosso velho amigo Almirante (RM-1) Murilo Barbosa, presidente da Associação de Terminais Privados, com sede no Rio de Janeiro, na foto com o Comandante da Capitania dos Portos CMG Santiago e este colunista, quando de um recente evento ligado ao setor em nossa capital. Como se sabe, o Almirante Murilo foi Diretor da ANTAQ-Agência Nacional de Transportes Aquaviários onde realizou um grande trabalho. Seu bordejo por Belém foi também marcado com um importante encontro com o vice-almirante Edervaldo Teixeira de Abreu Filho-Comandante do 4º Distrito Naval, cujo trabalho dispensa elogios. O Almirante Murilo é, inclusive, um grande entusiasta do aumento de calado no Canal do Quiriri e na Barra Norte este no Amapá. (Foto: Luis Celso).

Rádio Marinha

Dependendo exclusivamente da liberação da verba por parte do DNIT-Ministério dos Transportes, para dar início a instalação em Belém da FM-Rádio Marinha, uma das metas do dínamo Almirante Edervaldo.

Associação

A ABANI-Associação Brasileira de Navegação Interior, com sede no Rio de Janeiro, está “VIVINHA”, tendo como presidente o Almirante Hernani Goulart Fortuna, que atua no Grupo REICON no Rio de Janeiro.

Demora

Ninguém está entendendo porque tanta demora do Inquérito promovido pelo órgão competente para apurar o culpado (ou culpados) pelo acidente que envolveu o navio de cabotagem “Mercosul Santos” e o Comboio Bertolini.

Terminal

Dizem… não sei. Coisas de “beira do cais”. Um arrojado empresário, ainda jovem, de nossa capital, está de olho no Terminal SOTAVE em Outeiro da CDP, que brevemente deverá ir a leilão. Vai ganhar dinheiro.

Distrito Naval

Acreditem se quiserem. O Comando do 4º Distrito Naval, antes da criação do 9º Distrito Naval em Manaus, era considerado como o maior do mundo, com oito Estados sob a sua Jurisdição. Toda Amazônia.

Silêncio

Um silêncio total. Não se falou mais nada sobre a retirada do Pedral do Lourenço no Rio Tocantins, cuja operação está sob a responsabilidade da DTA-Engenharia. O mesmo está acontecendo com a Hidrovia Capim/Guamá.

MARESIAS

Mais um catamarã daqueles da ENASA-Empresa de Navegação da Amazônia S/A, hoje de propriedade particular, novinho em folha, deverá em breve voltar ao tráfego, oferecendo classe popular, especial e turística na linha de Manaus.

Um verdadeiro gentleman o Comandante Baptista, a pouco tempo a frente da nossa Universidade do Mar, o poderoso CIABA-Centro de Instrução “Almirante Braz de Aguiar”, já consignou em nossa capital uma legião de amigos, inclusive o colunista.

A HB-Hidrovias do Brasil, que vem contribuindo grandemente pelo desenvolvimento da Amazônia, ainda neste ano estará incorporando mais três modernos e possantes Empurradores, que leva assinatura do mega-estaleiro Rio Maguari.

Os grandes lideres da armação fluvial e indústria naval Eduardo Carvalho e Fábio Vasconcellos já confirmaram presença na INTERMODAL South America na capital paulista. O estaleiro Rio Maguari estará com um movimentado STAND.

Dizem por ai, em função de alguns problemas, que para o colunista não interessa comentar, que um ano de estágio para um Praticante de Prático obter a Carta de Prático é muito pouco. Eu também acho, mas… o problema é do órgão competente.

O estado do Maranhão já deu dois Almirantes-de-Esquadra, ambos, por sinal, foram Comandantes do 4º Distrito Naval. Meus queridos amigos Hernani Goulart Fortuna e Kleber Luciano de Assis. O primeiro baseou em Cururupu e, o segundo, em Viana.

O nosso bom amigo Comandante Álvaro Almeida continua na batalha para um Navio Escola para atender o estágio dos Alunos saídos tanto do CIABA, como do CIAGA, ele que é presidente do Centro de Capitães da Marinha Mercante no Rio de Janeiro.

A Noruega é um dos países do mundo que mais defende o meio ambiente, mas, lamentavelmente, por ironia do destino, o pior aconteceu em Vila do Conde envolvendo a Hydro, mas todas as providências estão sendo tomadas para solucionar o problema.

Dois colegas de Turma se encontraram em recente evento no setor em nossa capital, Comandante Eric e Baptista, o primeiro Diretor do DNIT-Ministério dos Transportes e, o segundo, atual Comandante do poderoso CIABA em nossa capital. Um encontro muito cordial.

BEIRA DO CAIS

Pelo menos quatro empresários de Belém ligados ao setor já confirmaram presença na INTERMODAL South América em São Paulo, uma das maiores mostras naval do Brasil. o estaleiro Maguari, representado pelo seu diretor-comercial, Fábio Vasconcellos, estará presente com um movimentado STAND com novidades, repetindo o sucesso que teve recentemente nos Estados Unidos, como único representante do Brasil.

Diversas jovens formadas pelo CIABA-Belém e CIAGA-Rio de Janeiro já chegaram ao Posto de Capitão-de-Longo Curso, sendo que a grande maioria delas está no Comando de Barcos de Apoio Marítimo às Plataformas da Petrobrás, todas elas saindo-se muito bem, inclusive em empresas de capital estrangeiro. Nota 10.

Com a qualificação dos últimos Praticantes de Práticos como Práticos, a ZP-1 (Zona de Praticagem que envolve o rio Amazonas) até a cidade de Itacoatiara vai contar com 180 Práticos, um número bastante expressivo desses profissionais. Assim mesmo, aquela senadora do PT continua reivindicando um novo Concurso, sem necessidade, isto porque as ZPs estão com os seus efetivos suficientes para atender a demanda de navios. Ninguém sabe as razões dessa reivindicação. Eu volto.

O SINDARPA-Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial do Estado do Pará, que tem hoje na presidência o dinâmico, armador e empresário Eduardo Carvalho, ainda neste semestre passará a funcionar em amplas e modernas instalações, isso depois de quase setenta anos de atividade. Hoje é uma das entidades padrão de conceito nacional, que precisa do apoio das pequenas e grandes empresas de navegação. (AS).