Economia Empresas

APM Terminals Itajaí Dá As Boas-Vindas À Nova Rota Da Ásia

Com 300 metros de comprimento e 49 metros de largura, o navio San Vicente, do armador Hamburg Sud, atracou neste sábado, dia 9 de setembro, no berço 2 da APM Terminals Itajaí. A operação marcou a estreia da nova rota que conecta a Costa Leste da América do Sul aos mercados da Malásia, Singapura, China e Coréia do Sul. O serviço será operado por 13 navios porta-contêineres dos armadores Hapag Lloyd, NYK, Hamburg Sud, ZIM, UASC e HMM.

“A estreia deste serviço é muito importante para Itajaí. Comprova mais uma vez a competência da nossa operação, além de ampliar oportunidades de negócio para a cidade e impulsionar as atividades de comércio exterior das indústrias da região. É um marco que celebramos com orgulho e entusiasmo, tendo a certeza que beneficiará todos os nossos clientes”, destacou Ricardo Arten, Diretor Superintendente da APM Terminals no Brasil.

A conquista da linha marítima deve-se principalmente ao elevado nível de satisfação dos clientes importadores e exportadores com o terminal, além da eficiência nas operações de cais. “Nossa maior diferenciação no mercado catarinense é que somos capazes de oferecer soluções logísticas integradas e de alto valor agregado tanto para armadores, quanto para usuários”, destacou Arten.

A expectativa é de que o novo serviço incremente em até 20% os volumes mensais operados na APM Terminals Itajaí. De setembro até abril do ano que vem, serão atracações quinzenais, já que seis dos 13 navios operados nesta linha têm mais de 306 metros de comprimento e ainda não podem ser manobrados no Complexo Portuário do Itajaí. Assim que a primeira fase da bacia de evolução for concluída, prevista para abril de 2018, as atracações passam a ocorrer semanalmente, dobrando o impacto deste serviço nos volumes do terminal.

“Os constantes esforços da Superintendência do Porto de Itajaí para a execução das obras de aprofundamento do canal de navegação e da nova bacia de evolução têm sido essenciais para o posicionamento competitivo de Itajaí na concorrência por novos serviços”, completou Arten.

Atualmente o Porto de Itajaí conta com 13 metros de profundidade em seu acesso aquaviário. O objetivo é alcançar 14 metros ainda em 2017 por meio da dragagem de aprofundamento, cujas obras são executadas com orçamento federal. Já as obras da nova bacia de evolução, que devem habilitar o acesso de navios de até 336 metros ao Porto, são realizadas com orçamento estadual.

Localizado no Estado de Santa Catarina, Itajaí está situado no segundo maior complexo portuário movimentador de contêineres do Brasil, sendo o mais importante pólo exportador de proteína animal do país. O terminal atualmente atende os armadores Maersk Line, Safmarine, Hamburg Sud, CMA CGM, Mercosul Line, Login, MSC e Mol em rotas de longo curso para a Europa, Oriente Médio e Ásia, além de serviços de cabotagem.

Sobre a APM Terminals

A APM Terminals é referência na operação de contêineres e líder global de produtividade portuária, presente em 76 terminais em todo o mundo. No Brasil, a APM Terminals é arrendatária do terminal de contêineres de Itajaí, prestadora de serviço operacional no Porto do Pecém, e sócia com 50% de participação na Brasil Terminal Portuário, em Santos (SP). A empresa também dispõe de unidades de reparos e armazenagem de vazios na região Sul do país.

Fonte: APM Terminals.