Mercado Internacional Notícias Internacionais

A meses da inauguração, novo Canal do Panamá forma opiniões divergentes

Durante a conferência anual do Journal of Commerce, que aconteceu nesta terça-feira em Los Angeles, sob o título “O novo Canal do Panamá – o que significa”, o consenso geral foi de que o grande fluxo de linhas de contêineres transitando nas novas eclusas da Ásia para a costa leste dos Estados Unidos será composto de navios com capacidades que vão variar entre 6000 e 8000 Teus. Os participantes discordaram, entretanto, do tamanho dos navios que irão usar as novas eclusas, e se eles vão atrair as cargas de volta do Canal de Suez, ou para longe da costa oeste.

2016_03_03_panama

John Wheeler, vice-presidente comercial da Autoridade Portuária de South Carolina, disse ter ouvido dos próprios armadores, que eles iriam empregar navios de 10.000 a 12,000 Teus na rota. “Já estamos fazendo simulações com navios de 14.000 Teus”, disse ele
Por outro lado, o diretor administrativo da Global Integrated Solutions, Dean Tracy, disse ter dúvidas quanto à agilidade com que os navios de qualquer tamanho vão conseguir adotar a rota do Panamá, uma vez que, a seu ver, não há cargas em suficiente volume vindo da Ásia para preencher os navios na rota do Panamá. “A maioria dos importadores não vai simplesmente mudar de Suez para o Panamá”, afirmou Dean Tracy.

“Se houver uma tarifa, ou um tempo de trânsito que apresente vantagens, talvez haja a mudança. Mas os fretes estão tão baixos hoje em dia para a costa oeste, que eu não sei onde eles vão encontrar incentivos para mudar para o Panamá”.
Wheeler ainda aposta que o que vai atrair os navios para o Canal do Panamá serão os baixos valores da rota. “A esperança geral dos armadores é cortar custos. Vamos ver mais alianças com grandes navios e menos frequências”, acrescentou.

Embora a Autoridade do Canal do Panamá ainda planeje aumentar as tarifas após a inauguração, as taxas locais ainda serão bem menos caras do que as do Canal de Suez. Porém Tracy comentou que ainda vão alguns anos até que os navios entre 10.000 e 12.000 Teus comecem a usar o Canal do Panamá “por conta da passagem estreita do Corte Culebra”.

Fonte: Guia Marítimo.