Artigos Carreira

ASOMN – Guia definitivo para o Processo Seletivo (Parte 1)

Estreitando a parceria entre o VagasEmbarcado.com e o Blog ASOM/N, eu, Felipe Gobbi, autor do blog venho falar tudo sobre o Processo Seletivo do ASOM/N dividido em duas partes. Esta é a primeira parte, espero que seja proveitoso.

Para responder às questões sobre o ASOMN que muitas pessoas têm nos enviado, vamos fazer uma abordagem de maneira prática e completa, de forma que qualquer leigo entenda os aspectos do curso ASOMN e termine a leitura compreendendo o que é fundamental sobre o assunto. E se ainda assim houvhttp://wp.me/p71lDL-dXer outros questionamentos, estamos abertos às dúvidas! Os vídeos abaixo resumem bem as etapas do Processo Seletivo, caso prefira.

O que significa ASOMN?

ASOMN = Adaptação a Segundo Oficial de Máquinas ou Náutica. Candidatos com curso superior podem fazer um processo seletivo para se adaptarem a Segundo Oficial, seja de Máquinas ou de Náutica. Na Marinha Mercante, existem 3 formas de se chegar a Oficial, uma é por carreira, outra seria fazendo o curso de formação na Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM), ou, como já dito, fazendo a prova para o ASOMN.

ASOMN é um concurso público? Pra trabalhar onde?

Essa é um pergunta bastante comum, as pessoas se questionam por motivo óbvio: a grande maioria está em busca de estabilidade, ainda mais em tempos de crise como o que vivemos.

A resposta é não, o ASOMN é um processo seletivo que existe desde 2000, quando na época se dava por indicação de empresa e análise curricular, hoje entretanto é feita uma prova teórica de caráter classificatório e uma prova física de caráter eliminatório em todo o país.

Todos os aprovados no processo seletivo do ASOMN ingressarão no curso de formação da Marinha Mercante com um auxílio equivalente a R$1.550,00 mensais durante todo o período de estudos. Esse valor é composto por um auxílio de despesas gerais, um auxílio alimentação e um auxílio moradia.

Como você já possui uma formação acadêmica em algum dos cursos contemplados no edital, o ASOMN é uma adaptação para o mercado marítimo.

Quais são os cursos aceitos no ASOMN?

Para o curso de Adaptação a Segundo Oficial de Máquinas, podem candidatar-se:

Bacharelado em Engenharia: Naval, Mecânica, de Petróleo, Industrial Mecânica, Produção, Mecatrônica, Metalúrgica, de Energia, Elétrica, Eletrotécnica, Eletrônica, Automação ou Controle e Automação. O candidato também pode ser bacharel em Ciências Náuticas.

Tecnologia: Construção e Manutenção de Sistemas de Navegação Fluvial, Construção Naval, Manutenção de Sistemas de Máquinas e Equipamentos, Manutenção Industrial, Mecânica, Mecânica Industrial, Fabricação Mecânica, Processos de Produção, Metalurgia e Materiais, Automação Industrial ou Mecatrônica.

Para o curso de Adaptação a Segundo Oficial de Náutica, podem candidatar-se:

Bacharelado: qualquer Engenharia, Ciências Náuticas, Astronomia, Oceanografia, Meteorologia, Matemática, Física, Química, Química Industrial, Química do Petróleo, Estatística, Economia, Administração, Administração Industrial ou Informática (*);

Tecnologia: Sistemas de Navegação, Construção e Manutenção de Sistemas de Navegação Fluvial, Sistemas de Telecomunicações, Construção Naval ou Naval.

Licenciatura: Matemática, Física ou Química.

(*) São denominações usuais dos cursos de bacharelado da área de Informática: Ciência da Computação, Ciências e Tecnologia com ênfase em Tecnologia da Computação, Engenharia de Computação, Sistema de Informação, Processamento de Dados, Computação, Análise de Sistemas, Informática com ênfase em Engenharia de Processamento de Dados, Informática com ênfase em Engenharia de Software e outros cursos de bacharelado em Informática, desde que realizados em instituições credenciadas pelo MEC. Não serão aceitos os cursos de tecnologia da área de Informática.

Se você é formado em algum desses cursos, está diante de uma boa oportunidade para sua carreira!

A prova para Oficial de Máquinas e Oficial de Náutica é a mesma?

Sim, a prova é a mesma. O que muda é a concorrência para cada uma das carreiras. Vale lembrar que não existe prova de títulos para este processo seletivo.

E quais são as matérias contempladas no edital do ASOMN?

No processo seletivo do ASOMN, as matérias são: Matemática, Física, Português e Inglês.

Detalhando um pouco mais os assuntos abordados, temos que Matemática vai do Cálculo, passa por Séries Infinitas e EDO’s, chegando até a Álgebra Linear e Geometria Analítica. Percebam que dentro destes assuntos, existe um mundo de sub-assuntos a serem cobrados, e é exatamente isso que acontece.

Na Física, o tema é bem amplo e recomendamos os livros mais tradicionais usados pelas universidades, como o Halliday por exemplo. Desta forma, abrange: Mecânica (sólidos e fluidos), Ótica, Elétrica e Termodinâmica. Novamente, os sub-assuntos que podem aparecer na prova são muito diversos.

No âmbito da Língua Portuguesa, temos uma variedade de assuntos que abordam desde interpretação e tipologia textual até os assuntos gramaticais como pontuação, acentuação, concordância, regência, entre outros.

Já na Língua Inglesa, temos um nível médio/alto para interpretação de texto (com vocabulário específico, como visto em 2014 e 2015) e a maioria das questões da prova abordando questões gramaticais de todos os assuntos.

De maneira geral, o assunto quando analisado como Português, Inglês, Matemática e Física, parece pouco extenso, entretanto, o edital não é muito específico quando trata dos assuntos cobrados, deixando margem para cobranças diferenciadas a cada ano.

Quais são os locais de prova do ASOMN?

As provas podem ser realizadas nas seguintes localidades: Rio de Janeiro/RJ, Belém/PA, Natal/RN, São Paulo/SP, Vitória/ES, Florianópolis/SC, Porto Alegre/RS, Manaus/AM, Brasília/DF, Fortaleza/CE, Salvador/BA e Recife/PE.

Quais são as etapas do processo ASOMN?

O processo seletivo possui 4 etapas. Sendo elas:

  1. Exame de Conhecimentos – de 2011 a 2014, tivemos 10 questões objetivas de cada assunto, Matemática, Física, Português e Inglês, totalizando 40 questões sendo realizadas em um único dia, com 4h de duração. No ano de 2015, a prova mudou um pouco. Ela foi realizada em 2 dias seguidos, sendo o primeiro dia, somente Português e Inglês, com 20 questões cada, e no dia seguinte, Matemática e Física, com mais 20 questões cada, totalizando 80 questões objetivas somando os dois dias. Cada dia de prova teve duração de 4h. Quem fizesse menos de 50% em alguma das disciplinas estaria automaticamente eliminado (regra nova!);
  2. Apresentação de Exames e Atestados Médicos (Seleção Psicofísica) – Esta etapa consiste de realização de alguns exames para os aprovados;
  3. Teste de Suficiência Física – O teste físico consiste de 3 atividades: correr 2400m em 16min para os homens e 18min para as mulheres, nadar 50m em 1min30s e boiar na piscina por 20min. Nas duas últimas atividades não possui diferencial de tempo de acordo com o sexo do participante;
  4. Período de Adaptação e Verificação de Documentos – Nesta etapa o candidato entrega toda a documentação pedida no edital e participa de uma ciclo de palestras sobre a Marinha Mercante e a carreira de Oficial.

Você deve estar se perguntando a respeito da concorrência das provas, nível de dificuldade, ponto de corte etc… Analisamos isso separadamente na segunda parte deste post!

Onde vou cursar o ASOMN?

Existem 3 instituições designadas pela Diretoria de Portos e Costas (DPC), que é o órgão que representa o Comando da Marinha do Brasil, para ministrar os cursos de adaptação. Duas delas no Rio de Janeiro, sendo a primeira delas o CIAGA – Centro de Instrução Almirante Graça Aranha, a segunda, a FEMAR – Fundação de Estudos do Mar. A terceira, em Belém do Pará é o CIABA – Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar.

Quando o candidato faz sua inscrição, ele escolhe para onde deseja concorrer, até o ano de 2014 era comum abrir turmas em todas as 3 instituições. Este ano, 2015, tivemos somente opções para FEMAR (RJ) ou CIABA (PA).

Qual a diferença entre CIAGA, CIABA e FEMAR?

Em termos de currículo não há diferenças. Todas as instituições ministram o curso de maneira padronizada pela NORMAM 13 (Norma de Autoridade Marítima), seguindo as diretrizes da STCW – Standards for Training, Certification and Watchkeeping que compete à formação do Marítimo internacionalmente.

O que muda, além da localização, é o tempo de curso, as instalações e algumas normas comportamentais. O CIAGA e o CIABA são quartéis militares onde os alunos da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM) estudam, tendo portanto, algumas normas diferenciadas de comportamento e vestimenta.

Sobre o tempo de duração, o CIAGA possui uma carga horária diária maior do que a FEMAR, o que possibilita a conclusão do curso em menos tempo. A duração prevista do curso no CIAGA é de 27 semanas e na FEMAR, 34.

Sobre a localização, o CIAGA fica na Avenida Brasil, 9020 e a FEMAR ministra a maioria de suas aulas no Centro do Rio de Janeiro, na rua Buenos Aires, 90, porém, sua sede administrativa e alguns laboratórios ficam em Botafogo, Rio de Janeiro.

Tanto o CIAGA quanto o CIABA possuem laboratórios para as aulas práticas, já a FEMAR possui convênio com algumas empresas e com o sindicato dos Marítimos para ministrar cursos de sobrevivência e aulas práticas.

Posso abrir mão do auxílio moradia e ficar alojado no CIAGA OU CIABA?

Sim, você pode! Mas é extremamente raro para homens, normalmente existem vagas nos alojamentos femininos apenas. Caso o curso seja na FEMAR, a opção de alojamento não existe.

E se eu não quiser me alimentar no CIAGA ou CIABA, posso receber o auxílio alimentação?

Não, se você optou por um dos dois centros de instrução, você receberá somente o auxílio para despesas gerais, que gira em torno de R$700,00.

Quais são as matérias que serão ministradas no ASOMN?

Bom, como já vimos no início do post, você faz a mesma prova tanto para Náutica quanto para Máquinas. Segue abaixo o currículo de cada um dos cursos de adaptação.

 

curriculo-asomn
Currículo do ASOM/N – Máquinas

 

asomn-nautica
Currículo ASOM/N – Náutica

Após as matérias com aulas teóricas e práticas, tantos os aspirantes a Oficial de Náutica quanto os de Máquinas devem cumprir o período de estágio embarcado (chamado de praticagem). O período de embarque para um praticante de Máquinas era de 6 meses de efetivo embarque, podendo ser cumprido em até 12 meses, a partir de agora, as próximas turmas terão que cumprir 12 meses embarque efetivo, assim como náutica. Já o período de efetivo embarque para um praticante a Oficial de Náutica é de 12 meses podendo ser cumpridos em até 24 meses.

Como é a carreira de um Oficial do ASOMN?

Como representado pelas platinas abaixo, os Oficiais Praticantes do ASOMN recebem as respectivas platinas e sua CIR (Caderneta de Inscrição e Registroonde serão registrados seus embarques e desembarques) após a formatura no curso, e aguardam em uma fila para praticar.

 

oficial-de-nautica-asomn
Platinas que representam a carreira de um Oficial de Náutica.

 

oficial-de-maquinas-asomn
Platinas que representam a carreira de um Oficial de Máquinas.

 

cir-caderneta-inscrição-registro-asomn
CIR – Caderneta de Inscrição e Registro

 

Após o período de Praticagem, o aluno se torna Segundo Oficial de Máquinas/Náutica. A partir daí, está apto a ser efetivado na iniciativa privada.

Ascensão de um Oficial de Máquinas

Um Segundo Oficial de Máquinas (2OM) tem a oportunidade de ascender para Primeiro Oficial de Máquinas (1OM), após completar 12 meses de efetivo embarque e possuir indicação de empresa para realizar o APMA – Curso de Aperfeiçoamento para Oficial de Máquinas.

Com mais 2 anos de efetivo embarque, o 1OM já pode requerer a atualização para Oficial Superior de Máquinas (OSM).

Ascensão de um Oficial de Náutica

Um Segundo Oficial de Náutica (2ON) tem a oportunidade de ascender para Primeiro Oficial de Náutica (1ON) após completar 24 meses de efetivo embarque.

De 1ON para Capitão de Cabotagem (CCB), o candidato deve possuir mais 24 meses de efetivo embarque e indicação de empresa para realizar o APNT – Curso de Aperfeiçoamento para Oficial de Náutica.

Com mais 24 meses de embarque ascende para Capitão de Longo Curso (CLC).

Fila de Praticagem do ASOMN

Como mencionado acima, existe uma fila a ser seguida para dar início a praticagem e ela respeita a colocação dos alunos durante o curso de formação. Logicamente, os primeiros terão prioridade de escolha quando forem divulgadas as vagas de estágio.

As instituições (CIAGA, CIABA e FEMAR) possuem convênio com inúmeras empresas de navegação, que repassam sua demanda de praticantes de oficiais tanto de náutica quanto de máquinas para as instituições de ensino. Essas vagas são divulgadas constantemente nas páginas do CIAGA/CIABA por meio de listas.

 

fila-de-praticagem-asomn
Lista de Empresas, Vagas, e Requisitos de cada uma.

Percebam que existem empresas que disponibilizam muitas vagas e cada uma delas faz a seleção da forma que desejar. Para cada vaga aberta, são enviados 10 currículos para análise, a partir daí, o RH seleciona o candidato com o perfil desejado. O CIAGA/CIABA divulgam listas com vagas de praticagem constantemente. É comum ser convidado para trabalhar na empresa após a praticagem, diferentemente das empresas de terra, quem tem baixo aproveitamento de estagiários.

Assim nos despedimos desta primeira parte do Post sobre o Processo Seletivo do ASOMN.

Ainda temos bastante coisa para falar sobre o assunto. Fique ligado!

Tags

Siga-nos no Instagram

Load More
Something is wrong. Response takes too long or there is JS error. Press Ctrl+Shift+J or Cmd+Shift+J on a Mac.